terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Análise Literária - Os trabalhadores do mar de Victor Hugo

Salve amigos desinformados!
Que tal começarmos o ano com uma nova seção aqui no blog?

Análise literária é onde falaremos de obras consideradas clássicas ou que já sejam antigas, afinal, não faz muito sentido fazer resenha de coisa velha, não é mesmo?

Por isso, essa seção conterá spoilers!!!  Por isso, se você ainda não leu algum dos livros dos quais falaremos por aqui, é melhor correr e ler e depois voltar por aqui.

Para começar, selecionamos um mais de 100 anos de existência: Os trabalhadores do mar de Victor Hugo

Capa:


Pela capa já se pode ver que não se trata de um livro novo ou voltado para leitores iniciantes. É um clássico e a capa nao se envergonha disso.
Destaque para a mensagem "texto integral" na parte de baixo, já que é comum encontrarmos versões resumidas de obras como esta.

SINOPSEA riqueza imagística e formal de sua lírica fez de Victor Hugo o maior poeta romântico francês, também principal mentor do Romantismo em seu país e um de seus mais importantes prosadores. Em 1886, escreveu o romance "Os Trabalhadores do Mar", considerado por muitos críticos e leitores como sua verdadeira obra-prima.

DADOS TÉCNICOS: 2004 (1886), 461 páginas, Martin Claret, Victor Hugo


ANÁLISE:  Victor Hugo foi um escritor francês mais conhecido por ser o autor de dois grandes clássicos da literatura: Os miseráveis e O corcunda de Notre Dame (Notre Dame de Paris), mas aqui temos uma obra menos conhecida, embora considerada por muitos críticos como sendo a grande obra prima do autor.

Victor Hugo é um dos representantes mais importantes do movimento conhecido como Romantismo na França e suas obras ainda são lidas e estudadas nos dias de hoje graças à qualidade literária e as histórias bastante humanas.

LINGUAGEM: Se você é daqueles que acha Machado de Assis "chato" porque a linguagem utilizada é difícil para os padrões atuais, fuja desta obra na maior velocidade possível.
A linguagem do autor é bastante rebuscada e nos obriga a reler alguns parágrafos ou consultar um dicionário para entender certas passagens.
A versão por mim lida tem tradução justamente de Machado de Assis, o que torna as coisas ainda mais interessantes (ou não).

RITMO MUITO LENTO: Se você acha que boas histórias precisam prender o leitor desde o primeiro parágrafo e quer ação o tempo inteiro, fuja desta obra. Tudo aqui acontece em ritmo extremamente lento e descritivo, quase não havendo acontecimentos, mas se explorando ao mínimos detalhes tudo aquilo que se mostra.

DESCRIÇÕES DE ENCHER OS OLHOS: Característica do romantismo, tudo é descrido com riqueza de detalhes absurda, chegando a ser cansativo em alguns momentos. Aqui é preciso entender o ritmo de vida da época e não desistir, pois é uma obra que vale a pena.
As descrições não se dedicam apenas à lugares, paisagens ou pessoas. Procedimentos são explicados em minúcia, o que torna a leitura pesada para o leitor casual.

Os termos náuticos também dificultam um pouco a compreensão caso você não entenda nada de barcos assim como eu. Das duas uma: ou você procura no dicionário cada palavrinha para entender exatamente do que se trata ou encara como "é peça de barco" e segue adiante.

FILOSÓFICO: É maravilhosa a forma filosófica e, muitas vezes irônica, com que Victor Hugo escrevia. A autor dá a sua opinião sobre várias facetas humanas e viaja com gosto em frases que nos farão pensar por muito tempo. Vaja alguns exemplos desse tipo de passagem:

" Os teimosos são os sublimes. Quem é apenas bravo tem só um assomo, quem é apenas valente tem só um temperamento, quem é apenas corajoso tem só uma virtude; o obstinado na verdade tem a grandeza. Quase todo segredo dos grandes corações está numa palavra: perseverando. A perseverança está para a coragem como a roda está para a alavanca: é a renovação perpétua do ponto de apoio. Esteja na terra ou no céu o alvo da vontade, a questão é ir a esse alvo."

“Nada se compara à timidez da ignorância, a não ser a sua temeridade. Quando a ignorância começa a ousar é que tem uma bússola consigo. Essa bússola é a intuição da verdade, mais clara às vezes num espírito simples que num espírito complicado."

"A vida é a viagem, a ideia é o itinerário. Sem itinerário, para-se. Perdido o alvo, morre a força."

IRÔNICO: Logo no início da obra conhecemos Gilliat, um homem que, por não se enquadrar nas convenções sociais da época, era taxado como uma espécie de bruxo, um homem que pactuava com o demônio.
Engraçado é que o autor coloca as mais absurdas afirmações dos populares com uma ironia deliciosa de se ler, mostrando todo o preconceito das pessoas com aquele que não compreendem, ao mesmo tempo que nos mostra que Gilliat é um homem honrado que gosta do mar, da natureza e está apaixonado por uma moça local, Deruchette.

ROMANCE IMPOSSÍVEL: Outra característica comum ao romantismo é o amor impossível. Gilliat não se vê a altura de Deruchette, porém enxerga uma chance de redenção ao fazer um enorme favor ao tio da moça salvando parte de um barco naufragado.
Gilliat passa um tempo enorme nesse resgate, numa luta pela própria vida, uma batalha contra o mar, contra as intempéries e contra todas as possibilidades.

UM LIVRO MUSICAL: A escrita de Victor Hugo é tão bela que, muitas vezes, parece melódica. A escolha de palavras, mesmo quando há o exagero no tamanho das descrições, mostra a escrita que beira o genial, mesmo que seja um pouco maçante em alguns trechos.

UM FINAL PARA CHORAR: Não há um final feliz em os trabalhadores do mar, pelo menos não para Gilliat, porém o altruísmo do personagem ao se sacrificar por outros, até pela mulher amada, resulta em muito para o leitor refletir.

VALE A PENA LER? Tudo depende do perfil de cada leitor. Se você gosta de livros de ritmo rápido, com muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo, corra dessa obra. Você vai ficar entediado e provavelmente não irá terminar a leitura.
Agora se você é um apaixonado pelas letras como eu, estuda na área ou gosta de obras primas da literatura, mesmo que sabendo que a leitura será difícil em alguns momentos, então invista na obra e prepare-se para se apaixonar.

E aí, meus caros? Gostaram dessa nova seção?
Então deixem seus comentários abaixo

Abraço a todos

Dan Folter 

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Retrospectiva 2017 - Bienal do Rio, Prêmio Luvbook e antologias

2017 chega ao final e, como sempre, é hora de avaliarmos as conquistas, as mudanças e até as decepções do ano que passou.

Para nós do desinformadoss foi um ano de preparar os alicerces para passos maiores em 2018. Após o lançamento de O Mistério de Boa Esperança e da ótima recepção que o livro teve, é chegada a hora de transformar esse hobby em algo mais profissional.

Para começar, refizemos a capa de Natureza Humana com a capista Rebecca Stupello e o resultado vocês podem ver ao lado.
Resolvemos também colocar o livro no preço mínimo possível na Amazon brasileira. Por apenas 3 reais você pode baixar o seu.
Ler Natureza Humana

É preço de conto por um livro que tem 45 páginas.
Quem leu gostou. Ele está com 5 estrelas na Amazon e com 4,8 no Skoob.

Adicione à sua estante também - Natureza Humana - Skoob


Mas o ano também teve lançamento.

Pela primeira vez em minha carreira, lancei algo escrito em primeira pessoa. Mas não podia ser qualquer coisa, a obra Vítima da sociedade é contada sob a perspectiva de uma pessoa com deficiência.

Com capa de Rebecca Stupello, o conto custa apenas 3 reais e pode ser adquirido pela Amazon - Vítima da Sociedade - Amazon

Adicione também à sua estante do Skoob - Vítima da Sociedade - Skoob


Em 2017 também aproveitamos para marcar presença em nossa segunda Bienal do livro. E dessa vez fomos até a maior bienal do país no Rio de Janeiro.


Agradecemos a todos que estiveram por lá para pegar o seu Mistério de Boa Esperança devidamente autografado ou apenas para bater um papo informal ou dar aquele abraço.

A meta de lançar um livro solo por ano se mostrou mais difícil do que imaginávamos, mas, para compensar, marcamos presença em três obras compartilhadas.

Começamos com a participação na enorme coletânea de poesias Além da terra Além do céu, publicada em três volumes pela editora Chiado e lançada em maio.
Você consegue encontrar o meu poema no primeiro volume, o de capa amarela.



Continuamos nossa série de lançamentos com a participação na antologia de contos Amor sem limites, organizada pelas escritoras Meg Mendes e CrysMagalhães, duas pessoas maravilhosas.

A obra, que terá renda destinada a entidades carentes traz contos sobre superação e o meu é chamado O melhor ouvinte contando a história (um tanto autobiográfica) de um rapaz que perde a voz, mas encontra um jeito criativo para viver.

O livro já está em pré venda - Amor sem limites - Pré venda


Aconteceu no Natal é a outra coletânea em que participei neste ano. A ideia de fazer contos macabros com uma data tão simbólica produziu um excelente livro que terei em mãos em breve para venda.
Por isso aguardem um pouco rsrsrs

Por enquanto, podem adicionar ao Skoob - Aconteceu no Natal



2017 também foi um ano de experimentar mais as plataformas online de publicação gratuita como o Wattpad e o Luvbook. Apesar de ainda não conseguir números estrondosos, já que não recorro a subterfúgios apenas para conseguir visualizações, a resposta de quem leu as obras tem sido bastante positiva e é isso que importa para construir um caminho verdadeiro.

Ainda assim foi com grande surpresa que conquistei um prêmio logo de cara no Luvbook.
Arrisquei outra obra em primeira pessoa, uma história sobre amizade e fui um dos 4 selecionados para ter a história publicada pela Ler Editorial.

Dicotomia desbancou mais de 60 competidores e foi para as cabeças graças ao apoio dos leitores que votaram, comentaram e adicionaram a obra em suas bibliotecas.

A obra ainda está disponível para leitura no Luvbook, e de graça.

Leia - Dicotomia - Luvbook

Em breve novidades sobre o lançamento da versão impressa. Aguardem.




2017 também foi ano de redes sociais. Sabedores que somos da importância desses veículos para divulgação dos nossos trabalhos e contato com leitores, editoras e outros escritores, trabalhamos para conseguir um crescimento contínuo, sem fazer loucuras e aqui vão alguns resultados.

Começamos muito felizes com o crescimento da página Dan Folter no Facebook. Ano passado eram 169 curtidas e agora chegamos a 365. Vamos para 500 em 2018?

Nosso twitter também cresceu, porém de forma mais modesta. Eram 139 seguidores no ano passado e agora são 180. É porque falta você nos seguir - Twitter

Outra rede social que dedicamos a nossa atenção é o Instagram. Criado no meio do ano já está com 153 seguidores. Siga lá: Instagram

Nesse ano também comemoramos o crescimento no Wattpad.
Chegamos a 100 seguidores e 7 obras publicadas, algumas ainda inacabadas e outras já completas como o destaque Assexuado que já tem mais de 700 visualizações.

Nos siga por lá: Wattpad











Estamos nos alongando um pouco, mas as novidades foram muitas. Nesse ano também prestamos serviços para outros profissionais da literatura. Participamos de três edições da revista online Geração Bookaholic e continuaremos a colocar as nossas resenhas por lá em 2018


E ainda tivemos tempo para colaborar com a excelente autora e amiga Crysmagalhães na produção do segundo livro da saga A Fada Negra que recebeu o subtítulo de O segredo do cristal

Participamos da revisão da obra e digo que foi uma grande honra para nós.

Adicione no Skoob - O segredo do cristal





Para finalizar, falaremos do blog em si. Infelizmente em 2017 não foi possível se dedicar ao blog o tanto que gostaríamos já que outras tantas atividades literárias além do trabalho e da faculdade nos roubaram precioso tempo.

Foram 61 postagem contra 82 em 2016, mas nem tudo foi ruim já que a página conseguiu um número grande de seguidores chegando a 217 e o perfil no Google+ chegou a 93 inscrições.

Para 2018, a maior novidade é que teremos sim um canal de vídeo no desinformadoss. Sim, falaremos sobre as obras que estamos lendo, sobre o mercado literário, obras próprias e sempre haverá espaço para algum humor e um pouco de bacon.



2018 Será um grande ano com o lançamento de Um poema de guerra, a obra que promete abalar as estruturas da literatura nacional e com a qual não esperamos menos do que um prêmio Jabuti.

Brincadeiras a parte, o livro a ser lançado pela editora Xeque-Matte está ficando lindíssimo como vocês podem ver já em sua capa definitiva.

Ainda não há uma previsão certa para o lançamento, mas deve acontecer no primeiro semestre. Assim que o livro estiver nas prateleiras, avisaremos sobre datas de lançamentos e eventos em que estaremos comparecendo para que possamos nos encontrar.

Um feliz 2018 para todos da equipe desinformadoss.

Dan Folter!

domingo, 24 de dezembro de 2017

Crônica - Estar feliz

Então é Natal!

Por todo o mundo, as pessoas estão correndo com os preparativos para a "noite feliz". 

Enquanto isso, essas mesmas pessoas brigam pelo presente mais caro, disputam a atenção da família e amigos, discutem pela coxa do chester.

O Natal vai passar e ficarão as mágoas de quem não veio nos visitar e os presentes errados para trocar após o ano novo.

Mas será que só podemos ser felizes durante datas especiais? Datas que foram dominadas pelo comércio e nem sabemos ao certo o que estamos realmente celebrando?

Olho para o meu cachorro e encontro a resposta.

O cão não precisa de presentes caros, da roupa mais bonita ou de comida com uvas passas.

O cão está feliz quando tem qualquer coisa para comer, qualquer cantinho limpo e seco para dormir. O cão está feliz quando o dono está com ele.

Então paremos para pensar em que estamos depositando a nossa felicidade... num celular novo? aquele que custa 2000 reais? numa peça de roupa que, graças a uma etiqueta, nos torna melhores do que ou outros, mas que irá perecer em pouco tempo?

Claro que é difícil estar feliz quando se está com fome, sujo ou completamente sozinho. Por isso sugiro um exercício simples para testar se temos o suficiente para estarmos felizes. Responda a essas perguntas:

1 - Você tem um teto para dormir? Uma cama limpa?
2 - Você tomou um banho decente nas últimas 24 horas?
3 - Você se alimentou de forma satisfatória hoje?
4 - Você tem pelo menos um amigo que se importa com você? vale cachorro.

Se você respondeu "sim" a todas essas perguntas, então há motivos de sobra para que se sinta feliz. A vida lhe agraciou com todo aquilo que necessita para sobreviver dignamente.

Agora pense naqueles que responderiam "não" a pelo menos uma dessas perguntas. Responderiam, já que eles provavelmente não terão acesso a esse texto. Coloque-se no lugar deles por um minuto e perceba o quanto a vida lhe foi grata.

Eu poderia terminar desejando-vos um feliz Natal, mas prefiro desejar sabedoria para que vós enxergueis a felicidade sozinhos.

Abraços!

Dan Folter

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

"Acordo com Chemosh" é a nova série de terror de Dan Folter

Olá meus amigueeenhos, como estão vocês?

Enquanto trabalhamos duro na produção de meu próximo romance "um poema de guerra" encontrei um tempinho para começar a publicar mais uma história de terror.

E o melhor é que não é preciso pagar nada para ler. A história será publicada de forma gratuita nas plataformas Wattpad e Luvbook.

Sem mais delongas, conheçam a capa e a sinopse de "Acordo com Chemosh"









Sinopse: Uma mulher traída em busca de vingança. Um antigo culto em busca de poder. A combinação perfeita para uma entidade maligna pavimentar um caminho para o nosso mundo.












A arte da capa foi pensada para lembrar as capas dos discos de bandas de heavy metal da década de 80/90. Se você curte um metal podreira, irá identificar referências à algumas bandas do gênero.

Mas vamos à história:

Rosana é uma mulher de meia idade cujo marido a avisa que está saindo de casa, pois conheceu outra mulher e se apaixonou pela mesma.
Sentindo-se traída, Rosana quer vingança contra o ex-marido e sua nova namorada, mas não encontra forças até que alguns religiosos batem à sua porta.
Ela irá então conhecer uma igreja bastante especial. A igreja da luz interplanetária onde encontrará Marcos, um homem enigmático que a levará para o caminho da salvação... ou será perdição?

Esse conto foi criado para uma coletânea com a temática Cthulhu e, apesar de não ter sido aprovada para a edição impressa, merece uma chance e, por isso, irá para as plataformas online em busca de melhor sorte.

Para ler, acesse:



E se gostar, não deixe de votar, deixar um comentário e divulgar para que mais pessoas tenham acesso.

Um abraço a todos

Dan Folter!

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Um Poema de Guerra tem capa e sinopse revelados

Olá meus amigos.

Aos poucos vamos divulgando pedacinhos desse grande projeto. Um Poema de Guerra já tem toda a sua arte de capa definida e o resultado não poderia ser melhor.

Os créditos da arte de capa são da Helena Dias que foi uma fofa e bastante compreensiva ao mexer quantas vezes foi necessário e chegarmos a este resultado final.

Sem mais delongas, aí está ela: a capa!


Não darei detalhes sobre as escolhas por ora, deixemos um pouco de suspense, mas, com o tempo explicarei melhor as inspirações e os motivos para essas escolhas.


Hoje também revelamos a sinopse da história. Nela já possível saber o nome das personagens principais e algumas pistas sobre a trama.
Que haverá uma guerra não era nenhuma novidade, não é mesmo? Mas dividir o Brasil? Que trem é esse?

vejam a sinopse na íntegra:

Tudo que Gustavo desejava era um emprego, mas não de soldado. Júlia, por outro lado, ansiava encontrar os pais biológicos, não envolver-se na revolução.
Quis o destino entrelaçar suas vidas para o bem ou para o mal. 
Poderia um amor improvável e juvenil sobrepujar um conflito armado? Quem ganha e quem perde com a divisão do país?
Na guerra não há vencedores, somente vencidos.


E aí, gostaram? Estão curiosos pela chegada da obra completa?
Comentem aí o que acharam da capa e da sinopse.

Um abraço

Dan Folter

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Resenha - Sandman Vol.1 de Neil Gaiman

Hoje é dia de quadrinhos aqui no blog. Vamos resenhar a obra que tornou conhecido Neil Gaiman, esse grande autor que faz de tudo um pouco: romances, contos, HQs, roteiros...

Este encadernado contém as primeiras histórias de Sandman, publicadas no final da década de 80.

Capa:




A coisa já começa bem com a capa de extremo bom gosto com imagens sobrepostas e cores interessantes

SINOPSEFoi essa frase de T.S. Eliot que serviu para embalar o lançamento dessa série e também dar asas a imaginação de Neil Gaiman, um britânico destinado a criar uma das séries mais revolucionárias e inovadoras dos quadrinhos contemporâneos.Poucas HQs na história do mundo ocidental transcenderam o gênero e romperam barreiras como Sandman conseguiu. Mesclando mitologias modernas e fantasias sombrias, além de acrescentar elementos modernos, míticos e históricos, Sandman foi considerada uma das séries mais artisticamente ambiciosas dos quadrinhos. Quando foi concluída, em 1996, já tinha mudado a nona arte para sempre e se tornado um fenômeno de cultura popular, bem como um marco das HQs, tornando difusa a fronteira imaginária entre os quadrinhos de massa e o que consideramos como arte. A série conta a história de Morfeus, um dos perpétuos, criaturas análogas aos deuses, mas ainda maiores, responsável pelo Mundo dos Sonhos. Basicamente ele controla e tem acesso a todos os sonhos da humanidade e de todas as criaturas capazes de sonhar, sendo o senhor do Mundo dos Sonhos, a terra aonde vamos em nossas horas de sono. Quando uma ordem mística tentou capturar a irmã de Sandman, a Morte, em seu lugar eles capturaram Morfeus. Assustados com o que conseguiram, os membros da ordem o mantiveram cativo. E assim teve início um período de diversas décadas em que esse perpétuo ficou trancafiado à mercê de seus captores, deixando o Mundo dos Sonhos abandonado e os sonhadores desamparados. A série nos revela como ele se libertou e como foi capaz de se adaptar no mundo após tantos anos de ausência, e também nos mostra um vislumbre de sua história e da mitologia dos perpétuos.


DADOS TÉCNICOS: 2010 (1989), 616 páginas, Editora Panini, Neil Gaiman

LINKS PARA COMPRA: Sandman Vol1

RESENHA: Sandman é a obra conhecida por revelar Neil Gaiman definitivamente ao mundo. Por ser uma história em quadrinhos, pode haver um preconceito, algo como "isso é coisa de criança" mas garanto que o conteúdo aqui encontrado passa bem longe de ser infantil e janta muita literatura tradicional por aí.
Este encadernado contém 616 páginas, sendo um belo de um tijolo, o que, apesar de lindo, dificulta um pouco a leitura e impede completamente a portabilidade.
Mas foi feito para enfeitar estantes e isso ele faz com louvor.



O COMEÇO: Começamos com uma história maravilhosa onde Sandman, perpétuo responsável por gerir o sonhar é aprisionado por um humano ficando nesse estado por décadas. Sem alguém para controlá-lo, o mundo dos sonhos saí do controle desencadeando uma série de eventos que serão mostrados mais para frente.

ITENS MÁGICOS: O Homem que captura Sandman também lhe rouba seus itens mágicos: um rubi, um elmo e uma algibeira e esses itens acabam se perdendo pelo mundo, gerando uma busca por eles nas histórias subsequentes.

TUDO SE ENCAIXA: É muito interessante observar a capacidade de Gaiman em criar ramificações à partir de uma história aparentemente simples. A primeira história, aparentemente simples, desencadeia uma série de eventos que atingirá até os tempos atuais do personagem (o final da década de 80) e afetará outros personagens da DC bem como uma série de pessoas "normais"

CONTOS: Gaiman é conhecido por escrever ótimos contos. Muitos o consideram melhor contista que romancista, mas eu prefiro achar que ele manda bem em ambos. Do meio para o fim do encadernado, encontramos histórias que não estão conectadas à linha principal, mas onde o autor desfila toda a sua qualidade e criatividade nos deixando boquiabertos como no história "um conto de 1000 gatos", uma lição de vida.

CONCLUSÃO: Sandman de Neil Gaiman é leitura obrigatória para quem gosta do gênero fantasia. Também é uma excelente porta de entrada para quem tem algum preconceito com quadrinhos, pois há obras para todos os gostos e que merecem uma chance.



Essa edição ainda conta com extras como um prefácio escrito pelo próprio autor, rascunhos de páginas, esboços e conceitos dos personagens e um roteiro escrito por Gaiman para os desenhistas.
Vale cada centavo e nos deixa com vontade de ter a coleção completa.

Nota 5 porque não tem como dar 6!

E não esqueça de comentar a sua opinião sobre essa edição, os personagens, o autor ou esta resenha.

Abraços

Dan Folter!

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Vem ai a antologia "Amor sem limites"

É com grande alegria que comunico a minha presença em mais um projeto literário. Estarei fazendo parte, juntamente com vários outros autores de muito talento, da antologia chamada "Amor sem limites"


Prepare-se para ler contos onde personagens com alguma limitação mostram como o amor pode nos levar à superação.

Emocione-se com histórias de gente que não se conformou, não baixou a cabeça e mostrou de onde vem a verdadeira força do ser humano: do coração!


"O melhor ouvinte" de Dan Folter

Ele perdeu o dom de proferir palavras. Incapaz de magoar aos outros com a ferocidade da língua, tornou-se uma criatura de grande sentimento e empatia. Inapto a falar, ele virou o melhor ouvinte.


Em breve o livro completo estará disponível para compra em formato físico e vocês poderão ler essa e muitas outras histórias emocionantes.

Para o que me conhecem, já adianto que meu conto está recheado de referências pessoais e é bastante autobiográfico.

Ficou com vontade de conhecer? Então conheça a fan page do livro em https://www.facebook.com/antologia.amorsemlimites/

Um abraço a todos e até a próxima!

Dan Folter